O Chelsea pediu, esta quinta-feira, aos seus adeptos «respeito» no jogo de sábado com o “vizinho” Queens Park Rangers, da quarta jornada da Liga inglesa de futebol, e que marca o reencontro entre John Terry e Ashton Ferdinand.
Esta será a primeira vez que os dois jogadores se vão encontrar, depois de Ferdinand ter acusado Terry de insultos racistas, num caso em que o defesa dos “blues” foi ilibado pelos tribunais, embora ainda esteja a ser investigado pela Federação Inglesa.
«Em janeiro, o encontro no terreno do QPR e o jogo em abril em Stamford Bridge foram bons exemplos de apaixonante rivalidade, com os adeptos dos dois clubes a reconhecerem que os abusos e a discriminação não têm lugar num campo de futebol, nem em qualquer outro local da sociedade», refere o Chelsea em comunicado.
O clube londrino desejou ainda que «o nível de respeito desses encontros continue nesta época, como foi visto nas primeiras jornadas», garantindo que os dois clubes vão «trabalhar em conjunto com a polícia» para travar qualquer pessoa que tenha comportamentos discriminatórios.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.