O Chelsea consentiu hoje um empate a um golo frente ao Leicester, com os dois emblemas ainda sem vencerem após disputarem a segunda jornada da Liga inglesa de futebol.

Em Stamford Bridge, três dias depois de ter perdido em Istambul nos penáltis a Supertaça Europeia para o Liverpool, o Chelsea foi uma pálida imagem em comparação com o que tinha demonstrado, apesar de até ter estado hoje em vantagem.

Mason Mount, de 20 anos, voltou a merecer a confiança de Frank Lampard e esteve em evidência logo aos sete minutos, ao antecipar-se nas costas de Ndidi e fazer o 1-0 para os ‘blues’, que na primeira jornada tinham perdido com o Manchester United por 4-0.

O jogo esteve nas ‘mãos’ do Chelsea durante mais de uma hora, mas Ndidi redimiu-se do sucedido na primeira parte e igualou, de cabeça, aos 67 minutos, dando novo tónico ao Leicester, que teve Ricardo Pereira a titular.

A confiança dos ‘foxes’ foi não só reforçada pelo golo, mas também com as saídas de Jorginho e Pulisic nos londrinos, e as entradas de Kovacic e Willian, incapazes de darem novo ânimo à equipa da casa.

Cumpridas duas jornadas, o Leicester soma dois pontos, resultantes de empates com o Chelsea e Wolverhampton, enquanto os ‘blues’ têm apenas um, num momento em que Liverpool e Arsenal lideram o campeonato, com seis pontos resultantes de duas vitórias.

O jogo teve um episódio caricato: Graham Scott, árbitro escolhido para dirigir a partida, perdeu-se no caótico trânsito londrino e chegou a Stamford Bridge apenas 13 minutos antes do início da partida. Teve de ser o quarto árbitro a assumir o papel de juiz principal do jogo, ficando Graham Scott como... quarto árbitro.

O Chelsea, que esta época é orientado por Frank Lampard, antigo jogador do clube, continua sem vencer esta época: foi goleado na ronda inaugural pelo Manchester United, perdeu a Supertaça Europeia para o Liverpool e agora só consegue um ponto frente ao Leicester.

No outro jogo de hoje da Premier League, o recém-promovido Sheffield United bateu o Crystal Palace por 1-0, golo de John Lundstram aos 47 minutos, conseguindo assim a sua primeira vitória na prova.

Ainda nesta ronda, o Liverpool saiu vitorioso da visita ao Southampton e o Arsenal bateu em casa o Burnley, ambos por 2-1.

O Manchester United, que também venceu na primeira jornada, pode igualmente chegar-se à frente, se na segunda-feira vencer na visita ao Wolverhampton, de Nuno Espírito Santo.

No sábado, o campeão Manchester City empatou em casa com o Tottenham, a 2-2, e já hoje o promovido Sheffield United venceu o Cristal Palace, com um golo de Lundstram, aos 47 minutos.

* Artigo atualizado

** Com Lusa

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.