O Galatasaray já está a par da situação dramática de Eboué. O antigo jogador costa-marfinense, atualmente com 34 anos, ganhou muitos milhões de euros durante a carreira, mas atualmente diz-se sem nada e a viver de caridade de uma amiga.

"Não tenho dinheiro para pagar a um advogado para resolver as minhas questões. Felizmente tenho onde ficar, mas vivo com medo. Quando estou em casa desligo as luzes porque não quero que ninguém saiba que estou em casa e durmo no chão. Todo o dinheiro que ganhei dei à minha ex-mulher e aos meus filhos", contou o jogador ao jornal britânico ´Mirror`.

A situação do antigo jogador chegou ao conhecimento do Galatasaray: "Falaram-se sobre a situação de Eboué no balneário. Faremos o que pudermos para o ajudar", disse Fatih Terin, na sua estreia pelo clube, logo após a vitória sobre o Goztepe por 3-1.

Diz a CNN que o Galatasaray, um dos clubes que o lateral representou, quer ajudar Eboué, oferecendo-lhe um cargo na estrutura técnica como treinador dos sub-14.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.