O Tottenham não quer perder a sua maior pérola, o galês Gareth Bale, e está disposta a cometer uma "loucura" para manter o recém-consagrado melhor jogador da Premier League em White Hart Lane.

Apesar da cobiça de Manchester United e Real Madrid, os Spurs mostram vontade de resistir às propostas e pretendem segurar o extremo com um novo aumento salarial.

Assim, segundo a imprensa inglesa, o presidente do Tottenham, Daniel Levy, vai aumentar o salário semanal de Bale de 75 mil libras para 130 mil, o que equivale a cerca de 154,5 mil euros por semana (618 mil euros mensais).

O pedido de permanência de Bale já foi reiterado pelo técnico André Villas-Boas, que não esconde a admiração pelo seu jogador. 

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.