André Villas-Boas manifestou-se esta terça-feira solidário com o capitão do Chelsea John Terry, acusado de ter proferido insultos racistas contra o defesa do Queens Park Rangers, Anton Ferdinand.

«Apoiamos totalmente John Terry. Falámos com Anton no final do jogo e foi o final da história. Tratou-se de um grande mal-entendido, que está a ser explorado em proporções elevadas», disse o técnico português.

O caso está agora nas mãos da polícia, que anunciou a abertura de um inquérito.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.