Benfica e Tottenham finalizaram, na manhã de ontem, os detalhes da transferência de Carlos Vinícius para Inglaterra. Já perto da meia-noite, a SAD da Luz oficializou junto da CMVM o acordo obtido com o emblema dirigido por José Mourinho.

O clube de Londres paga já três milhões de euros pelo empréstimo de uma época. Mo contrato está fixada cláusula de opção de compra de 45 milhões, valor ao qual será descontado a taxa de empréstimo (os tais três milhões).

O avançado brasileiro foi contratado pelo Benfica ao Nápoles no verão de 2019 por 17 milhões de euros e tem cláusula de rescisão de 100 milhões. Após o empréstimo, o Tottenham vai avaliar se contrata o brasileiro por 42 milhões de euros.

O comunicado enviado à CMVM:

“A Sport Lisboa e Benfica – Futebol, SAD informa, nos termos e para o efeito do disposto no artigo 248.º-A do Código dos Valores Mobiliários, chegou a um acordo com o Tottenham Hotspur para o empréstimo do jogador Carlos Vinícius até ao final da época desportiva 2020/21 por um montante de € 3.000.000 (três milhões de euros). O referido acordo inclui uma cláusula de opção de compra no montante de € 45.000.000 (quarenta e cinco milhões de euros), à qual, no caso de ser exercida, será deduzido o valor pago pelo empréstimo. Mais se informa que o referido acordo está dependente da celebração de contrato de trabalho desportivo do jogador com o Tottenham Hotspur”.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.