Arsène Wenger saiu em defesa de José Mourinho após o incidente que ocorreu no túnel de acesso aos balneários após o duelo entre o Manchester City e o Manchester United. Em declarações presentes na imprensa britânica, o técnico dos ‘gunners’ diz compreender o motivo pelo qual José Mourinho teria intervindo para acalmar os ânimos e relembra que já esteve envolvido numa situação semelhante.

“No final de um encontro importante as coisas podem ficar descontroladas. Já me aconteceu a mim também. Não sei bem o que se passou em Manchester, mas sei que é difícil ver os festejos do outro lado. É uma experiência que é ofensiva para quem sai derrotado”.

O final do dérbi de Manchester ficou marcado por confrontos quando as equipas se encaminhavam para o balneário. Os festejos por elementos do Manchester City não caíram bem aos ‘red devils’ que procuraram justificações.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.