Tal como na Supertaça, o Benfica voltou a provar que a pré-época já era e que e os jogos a doer é que contam: vitória por 3-1 sobre o SC Braga, na jornada inaugural da Primeira Liga. Seferovic e Jonas, que já haviam marcado na Supertaça, e Salvio apontaram os golos dos ‘encarnados’, Hassan apontou o golo de honra dos minhotos.

Benfica - SC Braga: Eliseu é titular no onze de Rui Vitória
Benfica - SC Braga: Eliseu é titular no onze de Rui Vitória
Ver artigo

No regresso à Luz após a conquista do tetracampeonato, as ‘águias’ apresentaram-se praticamente com a mesma equipa titular da Supertaça Cândido de Oliveira, à exceção de Eliseu que rende o lesionado Grimaldo no lado esquerdo da defesa. Quanto aos minhotos, registaram-se duas mudanças em relação à equipa que jogou na Liga Europa: saíram Pedro Santos – que assinou pelo Columbus Crew, da MLS -  e Danilo, entraram Xadas e Vukcevic.

Sabendo que o FC Porto havia ‘arrasado’ o Estoril no Dragão, os ‘encarnados’ também sabiam que não iam ter vida fácil diante dos minhotos. Logo aos 7 minutos, surgiu a primeira jogada de perigo... para os visitantes: boa combinação entre Vukcevic e Ricardo Horta, com o primeiro a falhar o remate na cara de Bruno Varela - estreia do jovem guarda-redes de águia ao peito no campeoato.

A partir daí, a equipa de Rui Vitória assumiu o controlo de jogo e ao minuto 14, Jonas cruza para o segundo poste, onde surge Seferovic, que só teve de encostar de carrinho para o golo. Estreia a marcar no campeonato por parte do suíço, que está a confirmar a boa surpresa que foi durante a pré-época.

As 'águias' continuaram a carregar sobre a equipa de Abel Ferreira - Rui Fonte (20') ainda assustou na área, mas foi desarmado por Eliseu - com Seferovic e Salvio a tentarem a sua sorte - o segundo ainda chegou a ouvir alguns assobios por ter 'ignorado' o companheiro que estava sozinho à direita.

O segundo golo dos 'encarnados' acabaria por chegar com naturalidade, através de uma jogada bastante inteligente de Jonas: cruzamento longo de Pizzi, com a defesa bracarense a aliviar de forma deficiente, deixando a bola parar nos pés do brasileiro, que remata de primeira para o fundo da baliza de Matheus. Com este golo, Jonas iguala Magnusson como o segundo melhor marcador estrangeiro do Benfica - ambos somam 87 remates certeiros.

Ao minuto 42, o SC Braga quis mostrar que estava vivo no jogo: Esgaio fugiu pela direita, fletiu para o centro e fez um grande passe para Hassan, que picou a bola sobre Bruno Varela, fazendo assim o 2-1. Perspectivava-se uma segunda parte de emoções fortes.

O Benfica voltou a entrar determinado em comandar o jogo: remate de Pizzi com o pé esquerdo em zona frontal, a ser travado por Matheus à segunda; corte 'in extremis' de Raúl Silva quando Seferovic se preparava para dilatar a vantagem. Só que o SC Braga voltou a fazer das suas - o golo de Hassan 'gelou' as bancadas da Luz mas o lance acabou por ser invalidado por fora de jogo, confirmado também pelo videoárbitro.

Curiosamente foi Salvio, alvo frequente das críticas dos adeptos 'encarnados', a serenar os ânimos ao dilatar a vantagem das 'águias' ao minuto 57:  cruzamento de Cervi, a bola ainda desvia num defesa e trai Matheus, com o argentino apenas a confirmar o inevitável.

Aos 64 minutos, Jonas toca de calcanhar para Seferovic, que desfere um potente remate para a defesa do guardião dos 'arsenalistas'. Pouco tempo depois, a equipa de Abel Ferreira voltaria a fazer balançar as redes da baliza adversária, mas o lance foi, uma vez mais, invalidado por fora de jogo.

Até ao apito final ainda houve tempo para Jonas desperdiçar o que poderia ser o quarto golo da formação lisboeta (82'), e para o 'miúdo' Diogo Gonçalves - entrou para o lugar de Cervi - somar os primeiros minutos na equipa principal das 'águias' - ainda arrancou aplausos do público com um belo pormenor.

Não foi uma vitória esmagadora, contrariamente ao que aconteceu com o rival do Norte, e o SC Braga ainda chegou a abafar o ruído da Luz em algumas ocasiões, mas foi o suficiente para encerrar definitivamente a questão da pré-temporada e lançar o ataque ao inédito 'penta'. Temos campeonato.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.