Declarações de Abel Ferreira, treinador do SC Braga, à Sport TV, após a derrota por 1-0 diante do Marítimo, no Estádio do Marítimo, da 32.ª jornada da Primeira Liga.

"Entrámos muito bem no jogo, em cima do nosso adversário. Mesmo antes da expulsão, já tínhamos criado oportunidades para chegar ao intervalo com um golo [de vantagem]. A verdade é que, quando fazemos a reflexão no final, não é a quantidade de vezes que crias oportunidades, mas sim a quantidade de vezes que consegues meter a bola dentro da baliza do teu adversário e o jogo resume-se a isso."

"Somos uma equipa que, por norma, faz sempre golos. No último terço, faltou-nos mais definição e não sermos tão precipitados. Agora, também não podemos esquecer que o nosso adversário se fechou e teve a 'estrelinha' da sorte, ao fazer golo numa das duas vezes que foi à nossa baliza na segunda parte."

"Sou o responsável máximo desta equipa. A ideia de jogo é minha, sou eu que faço as substituições. Não ganhámos e o responsável sou eu.

"Tendo em conta a nossa expectativa criada, a lutar pelos primeiros lugares até sete jornadas do fim e a lutar pelo terceiro lugar até três jornadas do fim, chegar a esta fase e estar no quarto lugar, é lógico que nos sabe a pouco. É um objetivo mínimo e obrigatório da nossa equipa. Não estamos satisfeitos logicamente, pelo que produzimos ao longo da época. Faltou-nos consistência nesta fase final."

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.