O Sporting da Covilhã empatou hoje com o Vitória de Setúbal, 3-3, em encontro do Torneio de futebol da Cidade da Covilhã, conquistado pela Académica de Coimbra.

Cinco dos golos foram apontados na primeira parte. O leão da serra Vasco Varão inaugurou o marcador (8), Henrique empatou (15), Varão bisou (17), Rincón apontou o terceiro dos serranos de grande penalidade e foi também na conversão do castigo máximo que Henrique voltou a marcar, tendo o resultado sido fixado por Regula (88).

Com oito reforços no “onze” inicial (Ivo Pinto, Fofana, Samson, Rincón, Vasco Varão, Wagnão, Nuno Gomes e Abdoulaye), o Sporting da Covilhã entrou melhor na partida e, logo aos oito minutos, chegou ao golo, com um chapéu de Vasco Varão, a passe de Rincón.

Aos 15 minutos, Collin, numa jogada de insistência dentro da área, atrasou para Henrique que só teve de encostar o pé para igualar o encontro.

Os serranos voltaram a ficar na frente do marcador, aos 17, novamente por intermédio de Vasco Varão, assistido por Rincón.
Um minuto depois, perante a passividade da defensiva sadina, Fofana rematou com perigo a rasar a barra. Logo a seguir foi o leão da serra Dani a tentar a sorte.

O Sporting da Covilhã, aos 26 minutos, dilatou a vantagem. Carlos Xistra assinalou “pénalti” do ex-serrano Pimenta sobre Ivo Pinto e Rincón, na conversão, atirou certeiro. À meia hora de jogo o forasteiro Regula, de livre, rematou ao lado.
Foi também de grande penalidade que o Vitória de Setúbal voltou a marcar. Após uma falta assinalada na área de Ivo Pinto sobre Miguelito, Henrique bisou.

Antes do intervalo o serrano Samson ainda obrigou Getúlio a defesa apertada.
No segundo tempo a partida foi jogada com menor intensidade e as oportunidades de golo escassearam.

A melhor ocasião surgiu aos 72 minutos, por Moisés. Regula, ao minuto 88, com um remate de longe, surpreendeu o guardião Luís Miguel e igualou o encontro.

Manuel Fernandes aproveitou para estrear o brasileiro Silva, que entrou ao intervalo. De início foram testados os reforços Getúlio Vargas, Zeca, Miguelito, Jailson, à experiência no clube, e Pimenta, na última época cedido ao Sporting da Covilhã.

Do plantel o treinador do Vitória de Setúbal apenas poupou José Pedro e Anderson. Neca abandonou temporariamente o estágio para avaliar a extensão da lesão.

Nos serranos João Pinto, que tem testado vários modelos de jogo, fez entrar as caras novas Flávio, Severino, Hélder Rodrigues e o ex-júnior Leo.

O Sporting da Covilhã foi segundo no torneio e o Vitória de Setúbal foi o terceiro classificado.

O título, no entanto, foi para a Académica de Coimbra, que no sábado empatou, 1-1, com o Covilhã e sexta-feira venceu o Setúbal, por 3-0, terminando com quatro pontos.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.