A Académica garantiu hoje que vai cumprir todas as obrigações sem colocar em risco o seu funcionamento, depois de a comissão executiva da Liga Portuguesa de Futebol Profissional ter impedido o clube de registar contratos de trabalho desportivo.

Num comunicado emitido na segunda-feira, a LPFP impediu vários clubes de "registar contratos de trabalho desportivo ou de formação, bem como de utilizar jogadores com contratos já registados em épocas anteriores", por falta de apresentação de certidões da Autoridade Tributária e Aduaneira e da Segurança Social.

Além da "Briosa", encontram-se nesta situação Vitória de Setúbal, Leixões, Desportivo das Aves, Olhanense, Oliveirense e Oriental.

"A Académica agirá como até aqui e, dentro dos prazos, cumprirá as suas obrigações sem por em risco - como nunca pôs - a vida normal do clube", disse à agência Lusa fonte do gabinete de comunicação do clube.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.