Um grupo de adeptos do Benfica acusou Fernando Madureira, líder da claque Super Dragões, e outros elementos supostamente apoiantes do FC Porto de terem apedrejado a carrinha em que seguiam, em Santo Tirso, na viagem de regresso a Lisboa após o encontro entre o Desportivo das Aves e o Benfica.

De acordo com o jornal Correio da Manhã, o incidente ocorreu junto às portagens de Santo Tirso, onde oito carros bloquearam o veículo onde seguiam adeptos 'encarnados'. As pedras arremessadas provocaram alguns danos, entretanto reportados na queixa que foi apresentada à PSP. Não houve feridos.

O autor da queixa, refere a mesma publicação, garante ter reconhecido Fernando Madureira entre o grupo de agressores. O líder dos Super Dragões já se demarcou das acusações.

"Carrinhas? Não tenho nada a ver com o assunto", começou por referir Fernando Madureira, em declarações ao jornal Record.

"Mas se são carrinhas de adeptos do Benfica, talvez valha a pena investigar. Podem ser das claques... E investiguem também as pessoas que fazem a queixa. Sabe que, aqui [Super Dragões], há um nome que podem identificar, mas lá [claques do Benfica] não há nada...", acrescentou.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.