Um grupo de adeptos do Vitória de Guimarães quer formar um cordão humano entre o hotel onde a equipa de futebol estagia e o estádio D. Afonso Henriques, que acolherá, no sábado, o dérbi com o Sporting de Braga.

A concentração para este jogo da 11.ª jornada da Liga está marcada para as 16h30, em frente ao Hotel de Guimarães, devendo acompanhar o autocarro do Vitória até ao estádio, cuja saída está marcada por volta das 17h00.

Pouco depois, pelas 17h30, está prevista a chegada à estação de caminhos-de-ferro vimaranense, a poucos metros do Hotel de Guimarães, de alguns milhares de adeptos bracarenses num comboio especial fretado pela direcção “arsenalista”, que serão depois escoltados pelas forças de segurança até ao estádio, a pé.

Segundo uma nota publicada no sítio da associação Vitória Sempre, a intenção passa por “transmitir à equipa do Vitória a importância que os adeptos atribuem ao jogo com os grandes rivais do Minho, o Sporting de Braga”.

Para isso, “a massa associativa do Vitória sairá mais uma vez à rua, tentando apelar aos próprios jogadores que deixem o que têm e o que não têm dentro do relvado”, pode ler-se.

O jogo do Vitória, segundo classificado com os mesmos pontos do terceiro, o Benfica, e o Sporting de Braga, sétimo a quatro dos vimaranenses, está agendado para as 19h15 de sábado, com arbitragem de João Ferreira, de Setúbal.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.