“Ainda tenho muto que aprender. Tenho 21 anos e é com os erros que aprendo, corrigindo-os. ”

É com esta humildade que Rui Patrício aborda a sua para já curta carreira na equipa leonina, que reconheceu que a figura de Paulo Bento tem para si grande importância:

“Quando as coisas correm mal ou vejo que fiz alguma coisa mal, falo com o treinador. É ele que manda, que me ensina e é com ele que tenho de conversar quando tenho dúvidas.”

Quanto ao futuro, o guarda-redes não esconde que é uma ambição para todos os jogadores jogar num dos grandes clubes europeus, mas frisa que está “muito contente” no Sporting e admite mesmo a possibilidade de fazer toda a sua carreira em Alvalade.

“Quantos e quantos jogadores não gostariam de jogar no Sporting? Seria um orgulho!”

Relativamente ao momento menos bom que a equipa atravessa, Rui Patrício reconhece que há que emendar erros:

“Temos de jogar melhor”, afirma, acrescentando que “depois do que fizemos contra o FC Porto não tem explicação o que sucedeu a seguir”.

Por estes dias, a selecção nacional é também tema de conversa e o guarda-redes acredita que a equipa vai estar presente no Mundial da África do Sul, admitindo que também gostava de marcar presença:

“Claro…toda a gente gostaria de lá estar.”  

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.