Bruno Henrique é um dos vários jogadores do Flamengo infetados com COVID-19. De acordo com um comunicado do emblema carioca, os seis jogadores do Mengão acusaram positivo para o novo coronavírus, nos últimos testes realizados em Guayaquil, Equador, onde o campeão brasileiro se encontra em estágio para o jogo da Libertadores com o Barcelona SC, da Taça Libertadores.

Além de Bruno Henrique, um dos alvos do Benfica neste mercado de verão, Diego Ribas, Mauricio Isla, Michael, Matheuzinho e Filipe Luís também testaram positivo, de acordo com a mesma fonte. Em comunicado, o Flamengo garante que todos "estão assintomáticos e em isolamento na concentração".

Bruno Henrique, extremo de 29 anos, é um dos alvos do Benfica de Jorge Jesus, tal como Gerson, médio de 23. O técnico português trabalhou com os dois atletas no Flamengo onde ganharam o Brasileirão e a Taça Libertadores.

No passado sábado, Marcos Brás, vice-presidente do clube, lembrou aos jornalistas que não tinha recebido qualquer proposta pelos atletas.

"São jogadores que estão para sair há muito tempo. Um vai para o Benfica, outro vai para não sei onde, outro tem o pai que falou com não sei quem... Mas o que é certo é que continuam aqui e têm contrato, com cláusulas de rescisão acima dos 40 milhões de euros. Vamos estar à mesa para discutir, mas até ao momento ainda não surgiu nada. Em Portugal está tudo animado para levar o Bruno Henrique e o Gerson, já os árabes chegaram aqui pelo Arrascaeta. Estamos a fazer um grande esforço para manter esses jogadores aqui. A diferença cambial entre o real e o euro torna uma mudança atrativa para os jogadores. Depois há os empresários a tentar trabalhar e os pais a procurar fazer o melhor para os filhos. No entanto, é preciso destacar o esforço desta direção", disse Braz.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.