Esta sexta-feira, quando o Sporting receber o Marítimo para a Primeira Liga, além dos três pontos, objetivo primordial de Rúben Amorim, existe outro registo que o técnico poderá acrescentar ao currículo caso vença os madeirenses.

O jornal 'Record' fez as contas e Rúben Amorim pode ultrapassar Paulo Bento no número de vitórias consecutivas para a Primeira Liga em casa, caso some a 27.ª vitória frente ao Marítimo.

No geral, o registo de Amorim à frente da equipa leonina é esmagadoramente positivo: olhando para os 61 jogos com o técnico ao comando da equipa, o Sporting somou 43 vitórias, 12 empates e apenas seis derrotas, metade delas entre julho e outubro de 2020. Olhando só aos jogos em casa, em 31 jogos o Sporting registou apenas duas derrotas, as duas para as competições europeias.

Se tivermos em conta apenas as competições nacionais (com Taça de Portugal e Taça da Liga incluídas), as derrotas desaparecem, com o Sporting a somar 22 vitórias e seis empates em 28 jogos realizados.

Além de ultrapassar o registo de Paulo Bento, Rúben Amorim poderá, com uma vitória amanhã, ficar mais perto de um registo com quase 50 anos: como recorda o matutino, Randolph Galloway, com quatro dos cinco violinos na equipa (Travassos, Vasques, Albano, Jesus Correia), teve 33 jornadas sem perder em Alvalade, entre 1950 e 1953.

Amorim poderá ficar assim a seis vitórias de um registo histórico do clube de Alvalade, mais um que pode juntar aos que já alcançou desde que chegou ao Sporting, em março de 2019.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.