Declarações de Rúben Amorim, treinador do Sporting, e Manuel Ugarte, médio dos Leões, após a derrota com o Boavista.

Rúben Amorim

Sofrer golo à beira do intervalo: "Foi completamente injusto [1º golo do Boavista], mas é nessa fase que estamos, também no campeonato. Estamos a jogar com uma equipa grande a que falta a consistência dos resultados. Isso tem a ver com o aproveitar as oportunidades, com a quantidade de vezes que rodámos a bola à frente da área. Temos de ser melhores nesse aspeto. O Boavista foi praticamente duas vezes, mais uma ou outra num contra-ataque. Conseguiu fazer golo. Para mim é o resumo do jogo. Temos de ser mais consistentes nos resultados e concretizar as oportunidades que temos."

Mais uma derrota: "É frustrante porque entrámos na segunda como na primeira, com muita calma e não ficámos desesperados. Com o jogo completamente controlado sabíamos que ainda tínhamos tempo, depois o penálti tirou-nos completamente do jogo, com festejos, a demorar com substituições, o que é normal, acabou praticamente ali o jogo. Podíamos ter feito melhor, mas não era o nosso dia."

Golo deixa Sporting sem tempo para reagir: "Obviamente que sentimos mais a urgência de ter de marcar um golo. Um empate é um ponto, não é a mesma coisa que uma derrota. Mas queremos sempre vencer. Ficámos com alguma pressa e sem clarividência para dar a volta. Os rapazes mesmo assim tentaram ao máximo, não conseguiram. Temos de ser melhores, olhar para os golos… Houve um grande golo, coisas que não controlamos. Depois o penálti é de uma bola longa na qual temos de acertar na cabeçada. Mas temos de evitar os golos e temos de marcar mais."

Atitude dos jogadores: "O princípio de tudo é isso. Temos de ser muito fortes ao olhar para a classificação. Temos de manter o foco. Não estamos a conseguir em certos jogos fazer golos, sofremos em poucas oportunidades. Temos de pensar no futuro. O segredo é isso, não houve descomprimir dos jogadores. O resultado é injusto, mas mesmo assim podíamos ter feito melhor."

Pausa para jogos das seleções será benéfica? "Não, principalmente uma equipa grande que tem uma paragem depois de uma derrota sente muito e fica a pensar nisso. Independente da forma como jogam as equipas grandes têm de ter consistência. Estamos a ter momentos altos, momentos bons, em que por vezes perdemos jogos e pontos que certamente nos vão sair caros no futuro. Cá estaremos para assumir as responsabilidades. Nunca atiro a toalha ao chão. O projeto do Sporting é muito longo. Não tem a ver com este treinador e esta época. Temos de ser mais consistentes, de resto está lá tudo. Estamos no caminho certo."

Manuel Ugarte

Como justificar esta derrota? "Foi nos detalhes. Tivemos situações para fazer golo, para criar perigo. Temos de melhorar. Não podemos facilitar. Temos de caprichar e finalizar melhor, mesmo tendo tido alguns momentos bons. Sofremos o golo à beira do intervalo. Perdemos tempo e sentimos esse golo. Temos de fazer mais e corrigir. Há que trabalhar agora."

Derrota vem travar o crescimento da equipa? "Sem dúvida. As vitórias que tivemos recentemente foram conquistadas pela concentração, hoje faltou um pouco isso, estivemos um pouco desconcentrados. Agora há que olhar para a frente".

Perturba mais perder antes de uma pausa para as seleções? "Sim, claro. Jogar logo ao fim-de-semana dá a possibilidade de mudar a face e agora vem aí uma semana dura. Porque era importante ganhar, mas há que seguir em frente."

O Boavista impôs hoje a terceira derrota da temporada ao Sporting na I Liga portuguesa de futebol, ao vencer em casa, por 2-1, em jogo da sétima jornada, com um 'bis' de Bruno Lourenço. Bruno Lourenço marcou os golos dos 'axadrezados', aos 45+2 e 83 minutos, o segundo de grande penalidade, com o inglês Marcus Edwards ainda a empatar para o Sporting, aos 55.

O Boavista, que somou o terceiro triunfo consecutivo, subiu ao quarto posto, com 15 pontos, mais cinco do que o Sporting, que apenas tem três vitórias em sete jogos e é oitavo classificado, já a oito do líder Benfica, que tem menos um jogo.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.