Este Benfica não desarma, não abranda o ritmo, e não parece para já toldado por um ciclo impressionante de invencibilidade. São 21 jogos sem conhecer o sabor da derrota, numa prova de força da equipa de Roger Schmidt. O treinador alemão parece manter a confiança num onze tipo, que já poucas alterações faz. Em relação à partida frente à Juventus, lançou Neres, retirou Florentino do onze e recuou Aursnes.

Veja o resumo da partida

O conjunto encarnado impressiona na forma em como encosta as equipas às cordas. Foi assim desde o primeiro minuto. A onda encarnada nas bancadas também impressiona. Mais de 50 mil a aplaudir num sábado de chuva em Lisboa. A posse de bola explica o que foi o jogo: 61% contra 39%, os encarnados tiveram momentos de brilhantismo. Que dizer do livre exímio de Grimaldo, num remate em arco portentoso. Contudo, os encarnados também tiveram momentos de desconcentração. Hector e João Mendes podiam ter reduzido para o Chaves, e o jogo poderia ter ganho outros motivos de interesse. Também estava lá Vlachodimos a dizer presente e a evitar males maiores. Não marcaram os flavienses, o Benfica não perdoou e fechou a primeira parte a vencer por 3-0, depois do golo de Gonçalo Ramos.

No regresso do descanso a toada mudou, Schmidt quis fazer descansar algumas pedras, muito sobrecarregadas de jogos, com as saídas de João Mário, Neres e Ramos. Os flavienses tentaram carregar na parte final, mas Musa e Rafa fecharam a contagem final já perto do final do jogo.

Momento

Há algo mais desmoralizador do que sofrer um golo à passagem do minuto 2´. O Benfica arrancou para a goleada com esse tento madrugador.

Melhores

Neres

Impressionou a velocidade e a técnica do brasileiro no regresso à titularidade. Fez várias jogadas do encher o olho, e voltou a mostrar que tem lugar de destaque nesta equipa do Benfica,

Enzo Fernandez

Voltou aos seus grandes dias, com um vivacidade e frescura que não evidenciava há alguns jogos. Marcou um golaço, que acabou por ser anulado.

Reações

Schmidt elogia atitude da equipa, Grimaldo considera que se vive um momento especial

Vítor Campelos: "Quando se perde assim, não há muito a dizer"

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.