Havia à partida para o Sporting, antes do embate frente ao SC Braga, obstáculos psicológicos a ultrapassar: 1.º o facto da equipa não se ver em primeiro lugar na classificação, ainda que de forma provisória. 2.º defrontar uma equipa que ainda há poucos dias tinha infligido aos leões um desaire na Taça da Liga.

O Sporting passou o teste com distinção, afirmando-se, neste momento e uma vez mais como o mais forte candidato ao título. São 26 golos apontados nos últimos 5 jogos realizados na I Liga e Alvalade tem sido fortaleza: 12 vitórias em 12 jogos para o campeonato em 23/24. Ainda antes dos 20 minutos, os verdes e brancos 'mataram' os fantasmas de Leiria - jogo em que os lisboetas pecaram na finalização - e viram-se a ganhar por 2-0 com golos de Trincão e Eduardo Quaresma.

Numa noite em que Gyokeres esteve relativamente discreto - marcando, no entanto, o golo da ordem - o Sporting mostra também, e uma vez mais, que vale pelo seu todo. Se o conjunto de Amorim já tinha sido superior em todos os capítulos do jogo em Leiria, menos um, o da eficácia; em Alvalade imperou a normalidade face à tão grande superioridade da equipa do Sporting. Mal o apito do árbitro soou para o início do jogo, a equipa de Amorim não deixou os arsenalistas respirarem e foi assim que surgiu o primeiro da partida. Muito 'pressing' sobre o portador da bola, Víctor Gómez comprometeu e surgir o primeiro da partida, da autoria de Trincão. Amorim teve também o 'condão' de recuperar Quaresma, - parece transfigurado - e foi num lance de inspiração do defesa que surgiu o segundo da partida.

Veja o resumo da partida

Com Morita recuperado para o onze, e com Gyokeres como referência e Pedro Gonçalves numa zona mais alta do terreno, os laterais voltaram a 'fazer estragos', com Geny Catamo e Nuno Santos a esticarem o jogo e a trocarem as voltas às marcações dos adversários. O SC Braga só por uma vez deu 'um ar da sua graça' na primeira parte, num pontapé de Álvaro Djaló.

No segundo tempo, face a um Sporting mais calculista, o SC Braga foi à procura de reduzir, teve oportunidades para isso; primeiro por Paulo Oliveira (valeu Adán a evitar o pior) e mais tarde por Álvaro Djaló, que isolado, atirou ao lado quando estava em excelente posição. Não marcou o SC Braga, 'matou' o Sporting e pelo homem do costume. Gyokeres respondeu da melhor forma a uma assistência de Trincão.

A defensiva bracarense entrou 'em colapso', e os leões até poderiam ter chegado à meia dúzia. Daniel Bragança e Nuno Santos fizeram o quarto e o quinto dos verdes e brancos. O sexto golo só não chegou face ao corte de Diakaté, que evitou o tento de Marcus Edwards já no tempo de compensação.

Com este triunfo e face ao empate do Benfica em Guimarães (2-2), os leões estão empatados na frente com os mesmos pontos dos encarnados, mas menos um jogo.

Momento

Álvaro Djaló falhou uma excelente oportunidade ao minuto 70, não reduziu para os bracarenses, golo que poderia ter aberto o jogo, e no momento a seguir Gyokeres 'matou' o jogo e fez o 3-0 para os leões.

Melhores

Trincão

Abriu as contas frente ao SC Braga, fez ainda a assistência para o segundo e para o terceiro golo. Fez um jogo inspiradíssimo e foi o melhor dos leões.

Gyokeres

Mesmo tendo estado parte do jogo mais discreto, apesar das constantes arrancadas, o sueco voltou a dizer presente e chegou ao 16.º golo na I Liga. Excelente finalização após assistência de Trincão.

Nuno Santos

Que exibição, mais uma de Nuno Santos. A forma como arranca do seu flanco, combina com os colegas, leva a equipa para a frente. Marcou um golaço de trivela a fechar. Nuno Santos é raça, mas também é qualidade, muita. De que estará à espera Roberto Martínez?

Reações

Amorim diz que Sporting soube "matar o jogo nos momentos certos", Trincão "muito feliz" com exibição 

Artur Jorge diz que Braga não esteve nos seus dias, Ricardo Horta reconhece grande momento do Sporting 

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.