O Sporting venceu o Belenenses na 13ª jornada da Primeira Liga. Os ‘leões’ conquistaram dois pontos a Benfica e FC Porto que não foram além de um empate no clássico que se disputou no Estádio do Dragão. Bas Dost foi o goleador de serviço e fez o único tento no triunfo do clube leonino.

No jogo de 'assalto' à liderança do campeonato (ficou em igualdade pontual com o FC Porto na frente do campeonato) os homens de Jorge Jesus viram tudo correr às mil maravilhas. Venceram o seu jogo e somaram mais três pontos enquanto Benfica e FC Porto perderam pontos. Melhor só se tivessem perdido os dois, cenário impossível no dia do clássico no Estádio do Dragão.

Confira o resumo do Sporting 1-0 Belenenses

Uma entrada ‘à leão’ com a liderança à vista

Em Alvalade, a equipa de Jorge Jesus sabia que iria ganhar pontos a pelos menos um dos rivais. No segundo lugar, o Sporting podia ‘assaltar’ a liderança do FC Porto e ser líder, mesmo que à condição visto que Benfica e FC Porto apenas entravam em campo depois.

No dérbi contra o Belenenses, o onze escolhido por Jorge Jesus onde Podence foi titular e Battaglia foi para o banco entrou muito forte na partida e ‘mandão’ à procura da vantagem. Perante uma formação remetida ao seu próprio meio-campo, o clube leonino assumiu o controlo da parida com Acuña e Gelson como principais impulsionadores do jogo.

No centro, William Carvalho trazia segurança ao ‘miolo’ enquanto Bruno Fernandes, qual maestro, surgia nos espaços à procura de tabelas que permitisse a subida de Coentrão e Piccini.Na área, Bas Dost era a principal referência ofensiva na procura do golo.

O Sporting pressionava, o Sporting atacava e o Sporting acabou por marcar numa jogada de envolvimento que deu grande penalidade após Podence ser derrubado na área. Na conversão, Bas Dost não errou e deu uma vantagem preciosa aos ‘leões’.

Golo do Sporting ‘trouxe’ o Belenenses ao jogo

O golo do Sporting foi o momento de viragem num encontro de sentido único que se jogava no relvado de Alvalade. Em desvantagem, o Belenenses viu-se obrigado a subir linhas para tentar conquistar algo mais do que uma derrota e um jogo menos conseguido.

Com Fredy e Diogo Viana em destaque, os ‘azuis do Restelo’ abriram mais o jogo aproveitando a largura bem como as subidas de Piccini e Fábio Coentrão nos movimentos ofensivos do Sporting.

No segundo tempo, a resposta do Belenenses foi ainda mais evidente com a entrada de Maurides para o jogo logo ao intervalo. O avançado trouxe mais presença no ataque do Belenenses e esteve na melhor fase da equipa de Domingo Paciência em Alvalade. Em sentido contrário, o Sporting aproveitava os espaços que iam sendo deixados em aberto com jogadas em transição rápidas pelo corredor central.

Simplificando, o Belenenses entrou forte na segunda parte, embateu contra um Sporting a jogar em casa e com a liderança do campeonato à vista. Com este conjunto de ingredientes, o resultado foi um encontro de alto nível na segunda parte.

Battaglia para segurar um jogo que ameaçava partir-se

Perante o jogo partido entre as duas equipas, Jorge Jesus lançou Battaglia para tomar conta do meio-campo onde o Belenenses, apesar de não superioridade, tinha vindo a ganhar alguma preponderância. O médio argentino serviu de elemento de ligação e ‘acalmou’ a batalha que se jogava em Alvalade.

Na conferência de imprensa de rescaldo, Jorge Jesus defendeu que não sentiu o meio-campo perdido, mas admite que faltava um jogador de características semelhantes às de Battaglia para assegurar que o encontro ficava fechado a favor dos ‘leões’.

Após uma grande segunda parte, o jogo caiu mesmo para o Sporting que sai de Alvalade um justo vencedor. Os ‘leões’ foram mais fortes do que os ‘azuis do Restelo’ e mostraram ter mais argumentos. Destaque ainda para a equipa que Domingos Paciência apresentou em Alvalade. Apesar do desaire, mostraram qualidade na hora de enfrentar um ‘grande’.

Têm a palavra os protagonistas

Jorge Jesus, treinador do Sporting

“Sabíamos que o dérbi de Lisboa não ia ser fácil. O Belenenses contra os 'grandes' defende bem. Tem uma organização defensiva boa. Contra estas equipas está muito bem. Só poderia haver um vencedor. O Belenenses não criou uma chance de golo. Fizemos 30 minutos fantásticos. Não há dúvida nenhuma na grande penalidade”

Domingos Paciência, treinador do Belenenses

"O Mathieu não podia acabar este jogo. O que gostava de ver era um critério igual. Compreendo perfeitamente os árbitros, têm família, gostam de sair à rua de cabeça levantada, mas são profissionais de futebol. O critério tem de ser igual e hoje não foi, tal como não foi com o Benfica ou com o Porto. Tenham o mesmo critério, trabalhamos da mesma forma e gostamos de ser respeitados".

Apontamentos

Bryan Ruiz muito aplaudido antes do arranque da partida.

No lançamento dos intervenientes do jogo, Bryan Ruiz ficou no banco de suplentes, mas foi um dos mais aplaudidos pelos adeptos de Alvalade que aparentam estar reconciliados com o internacional costa-riquenho.

Hino de Portugal tocou antes de ‘O Mundo Sabe Que’

Nos encontros do Sporting em Alvalade já é tradição ouvir ‘O Mundo Sabe Que’, canção entoada antes do arranque da partida. Frente ao Belenenses, a ordem teve uma alteração para ouvir o hino nacional de Portugal antes da canção em honra de se o aniversário da restauração da independência.

Golo 50 para Bas Dost com a camisola do Sporting

Bas Dost chegou à meia centena de golos com a camisola do Sporting. O avançado holandês tem sido sinónimo de golos em Alvalade e o jogo com o Belenenses marcou a meia centena em apenas pouco mais de uma época.

Estreia da bola de Inverno da Primeira Liga em Alvalade

O encontro em Alvalade foi a primeira vez que o clube leonino utilizou a bola de inverno desta edição da Primeira Liga. Ao invés da bola branca utilizada até agora, a nova utiliza tons de amarelo para ser vista mesmo nas condições climatéricas mais adversas. Um caso raro em Portugal, mas que pode acontecer.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.