Na noite de 30 de Agosto do ano passado, o Benfica recebia o Vitória de Setúbal, no Estádio da Luz, no encontro que encerrava a terceira jornada da Liga, de má memória para os “sadinos”, pois ali viriam a sofrer a maior goleada registada na temporada transacta.

O “hat-trick” de Óscar Cardozo foi o destaque daquela noite de verão, a que se somaram mais cinco tentos, apontados por Luisão, Ramires, Javi Garcia, Aimar e Nuno Gomes, de nada valendo aos setubalenses o solitário golo de Hélder Barbosa, nos descontos.

Quase um ano depois, os “encarnados” voltam a receber os “sadinos” à terceira jornada, embora os protagonistas e o momento de cada uma das equipas nada tenha a ver com o que se registava à entrada para o jogo da época passada.

Desde logo, do lado do Vitória de Setúbal apenas quatro dos 18 jogadores que entraram na Luz a 30 de Agosto se mantêm no plantel: Zarabi e Djikiné, ambos titulares nesse encontro, bem como Matos e Regula, suplentes não utilizados.

No entanto, tendo em conta os “onzes” apresentados pelo Vitória de Setúbal no início desta Liga, dificilmente qualquer um dos quatro jogadores será titular na Luz, pois Zarabi e Djikiné estão lesionados e Matos e Regula não têm sido primeiras opções.

Também o técnico Carlos Azenha não resistiu aos maus resultados no início da temporada e acabou por abandonar o Bonfim, após a quarta jornada, com um registo de três derrotas e um empate, sendo substituído pelo actual técnico Manuel Fernandes.

Quanto ao campeão Benfica, as diferenças não são tão acentuadas, pois apenas Quim, Shaffer, Ramires, Di Maria, todos titulares, e o suplente Keirrison (não participou no encontro) já não estão às ordens de Jorge Jesus.

Apesar das modificações nos plantéis, é o momento que ambas as equipas atravessam que faz sobressair a maior clivagem em relação ao encontro de 2009-2010.

Há um ano, o Benfica ocupava o terceiro lugar, com quatro pontos, resultado de um empate com o Marítimo (1-1), na primeira jornada, e de um triunfo em Guimarães (1-0), na ronda seguinte.

Agora, à entrada para a terceira jornada, as “águias” ocupam o 14.º posto, com duas derrotas, frente à Académica (2-1), na Luz, e frente ao Nacional da Madeira (2-1), no último sábado.

Quanto ao Vitória de Setúbal, que, na temporada passada, era 11.º classificado, com um ponto, ocupa agora o quinto lugar, com quatro pontos, resultantes do triunfo frente ao Marítimo (1-0), na jornada inaugural, e do empate caseiro com o Sporting de Braga (0-0).

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.