Helton recusou considerar este triunfo como um «grito de revolta», preferindo revelar a sua «satisfação».

«Nós éramos dados como segundo classificado esta época e conseguimos o título, acho que é o mais importante. Eu estou muito feliz, porque não é fácil. Estou há seis anos nesta casa e há uma diferença entre torcer pelo FC Porto e ser FC Porto e eu sou FC Porto, aprendi a ser FC Porto», referiu o guarda-redes “azul e branco”.

Helton encarou a conquista do campeonato como «algo muito bom e especial», porque «não é todos os dias que se conquista uma vitória como esta».

«Acho que não há palavras, há sim que comemorar», frisou Helton, recordando que «quinta-feira há outro grande desafio» com a recepção ao Spartak de Moscovo, em jogo da primeira mão dos quartos de final da Liga Europa.

Veja o FC Porto - Especial Campeão 2010/2011

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.