O Sporting de Braga pondera fazer uma exposição na FIFA contra “alguns empresários e advogados” por estarem a condicionar a transferência do futebolista brasileiro Alan, disse hoje à agência Lusa fonte oficial do clube.

O jogador não foi utilizado jogo treino frente ao Leixões, em Melgaço, e alguns jornais de hoje escrevem que o jogador se recusou a jogar, o que é desmentido pelo clube, que aponta fadiga muscular como a razão para a sua não utilização.

Ainda segundo a referida fonte, o Sporting de Braga nunca recebeu qualquer proposta do Sporting e não está a negociar o jogador com os “leões.

A única que recebeu foi do Al Sharjah, equipa dos Emirados Árabes Unidos, treinada por Manuel Cajuda, que já treinou o extremo no Vitória de Guimarães.

Inicialmente o Sporting de Braga pediu 2,5 milhões de euros (ME) ao clube árabe, valor da cláusula indemnizatória que obriga os clubes a um acordo.

O Al Sharjah pediu aos responsáveis bracarenses que apresentassem uma contra proposta, o que o Braga fez há cerca de três semanas: 2 milhões de euros e a permissão da participação de Alan até à desejável fase de grupos da Liga dos Campeões (terceira pré-eliminatória e, caso se apure, no play-off).

“Até hoje não houve qualquer resposta e o Sporting de Braga estranha o envolvimento de empresários e advogados no processo que estão a condicionar o acordo. Por isso, o clube equaciona fazer uma exposição à FIFA a denunciar o caso”, concluiu a mesma fonte.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.