O guarda-redes brasileiro do Benfica assumiu que está na altura de sair da Luz por considerar que 'terminou um ciclo'. Artur Moraes não se alongou em comentários sobre Jorge Jesus, mas frisou que sai pela 'porta da frente'.

"Acho que da minha parte chegou a hora de sair, terminou um ciclo. Foram quatro anos, para mim, de sonho e uma satisfação muito grande em estar num clube como o Benfica. Mas como tudo na vida as coisas seguem. Acho que está na hora de traçar novos caminhos... penso que nesta altura é a melhor decisão", disse Artur Moraes ao diário A Bola.

Artur Moraes esteve quatro temporadas na Luz, e esta época foi utilizado 20 vezes por Jorge Jesus. No entanto, o guarda-redes brasileiro de 34 anos mostrou-se grato pela oportunidade de representar um clube com o Benfica e frisa a importância de 'sair pela porta da frente'.

"Não há mágoa... Entrei pela porta da frente e saio pela porta da frente. Lógico que tem sempre uma coisa ou outra de que esperamos mais. Mas, resumindo tudo, o meu maior prazer é sair pela porta da frente, saber que aqui encontrei uma casa", afirmou o guarda-redes brasileiro de 34 anos.

"É uma satisfação muito grande ver como vivi o Benfica nestes quatro anos, vivi intensamente. Tanto dentro como fora de campo a minha entrega foi total. Não é fácil vir de um clube como o SC Braga, chegar ao Benfica e saborear isto tudo", atirou Artur Moraes já em tom de despedida.

Questionado sobre Jorge Jesus, Artur Moraes disse apenas que é um treinador 'exigente' e que 'aprendeu muito' com o agora técnico do Sporting.

"As pessoas são livres de seguir o seu caminho. Mas não me peça para fazer mais comentários. Ele é exigente. Procura sempre tirar o máximo de cada jogador", assumiu Artur Moraes.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.