A proposta é feita pela direcção do Benfica e integra, entre outras medidas, o aumento do capital social da SAD, de 75 000000 para 115 000000 euros e a alienação por parte do clube à Benfica, SGPS, SA de 4 800000 acções da SAD, no valor unitário de 5 euros no montante de 24 000000 euros.

Outros passos propostos são a cedência por parte do Benfica à SAD dos créditos que detém na Benfica SGPS, no montante de 29 293150 euros, e à Benfica Estádio de parte dos créditos que detém na SAD no montante de 77 276461.

A dação em pagamento e alienação por parte do Benfica à SAD de 4250 acções (42,5% do capital social) remanescentes da Benfica Estádio no montante de 29 325000 euros e do remanescente das prestações acessórias da Benfica Estádio no valor de 28 972424, também fazem parte da proposta a ser discutida e votada.

Finalmente, a direcção pretende avançar para a operação de fusão por incorporação da Benfica Estádio na SAD, para a qual já tem autorização da Assembleia-Geral do clube até ao termo do presente mandato.

Face aos condicionalismos inerentes ao "project finance", tal operação ficará pendente de uma análise mais detalhada, nomeadamente com o sindicato bancário daquele projecto financeiro.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.