A Associação Nacional de Treinadores de Futebol (ANTF) criticou esta quinta-feira a contratação do técnico Rúben Amorim pelo Sporting de Braga e anunciou que vai propor a alteração do Regime Jurídico das Federações Desportivas.

“A ANTF irá propor ao Governo a alteração do Regime Jurídico das Federações Desportivas, no sentido de ser retirada aos clubes (Liga) a autonomia que, presentemente, lhes assiste para decidirem em causa própria em matérias tão sensíveis como a elaboração do regulamento de competições, assim como as consequências do seu incumprimento”, denunciou a ANTF, em comunicado.

Após “tomar conhecimento através da comunicação social da recente contratação de Rúben Amorim” – apesar de ainda não existir anúncio oficial por parte do clube minhoto -, o organismo defendeu que “quem não é capaz de respeitar os próprios regulamentos que elabora, não é digno de ter essa autonomia regulamentar”.

O órgão representativo dos treinadores de futebol criticou os dirigentes do Sporting de Braga, por terem escolhido para substituto de Ricardo Sá Pinto um técnico que não tem as qualificações necessárias para treinar um clube da I Liga.

“A ANTF vem publicamente manifestar o seu repúdio por mais este triste episódio, que mancha a classe dos dirigentes e desprestigia a imagem do futebol português. Uma vergonha. Pautamos a nossa atuação pela defesa da aplicação da lei e dos regulamentos, em nome da verdade desportiva e sempre na defesa dos interesses de todos os treinadores”, frisou.

O organismo lamentou que exista “uma carência tão latente a nível do dirigismo clubístico” no futebol português e defendeu que a “melhoria passa pelo aumento das qualificações profissionais e pelo aumento do nível quantitativo e qualitativo da educação e formação profissional”.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.