Uma dívida da EMA, empresa municipal responsável pela gestão do estádio, à EDP esteve na origem do corte de energia que hoje impediu o Beira-Mar de realizar o seu treino.

Depois de na quinta-feira os jogadores já terem sido forçados a tomar banho em casa, hoje foi a vez dos portões eléctricos não poderem ser abertos, o que impediu o autocarro do clube de sair do estádio para o recinto de treino. Perante este cenário, Leonardo Jardim decidiu cancelar o treino.

O presidente do clube espera resolver esta tarde o problema de electricidade. Se não for solucionado, o treino de amanhã poderá ser colocado em causa, num momento em que os aveirenses preparam a recepção ao Sporting. 

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.