Os reflexos da pandemia COVID-19 vão fazer-se sentir na preparação da próxima época do Benfica, garante o jornal 'A Bola' na sua edição desta terça-feira, escrevendo que as contratações na ordem dos 20 milhões de euros, que começavam a acontecer com alguma regularidade entre as 'águias', vão voltar a deixar de ser uma realidade nos próximos tempos.

O brasileiro Pedrinho, já garantido para 2020/21, será assim, provavelmente, o único reforço para a próxima temporada contratado pelo Benfica por valores dessa ordem.
Segundo especialistas, a desvalorização dos passes de jogadores irá ser uma realidade, porque os clubes terão de lidar com dívidas, falta de receitas e outras obrigações que não lhes permitirão investir em jogadores como estavam a investir, o que só voltará a acontecer quando se dissiparem em definitivo os efeitos da crise económica que inevitavelmente se seguirá.

O Benfica, que nos últimos tempos, para além de Pedrinho tinha contratado também jogadores como Raúl de Tomás, Weigl ou Raúl Jiménez por valores a rondar os 20 milhões de euros, terá agora de entrar em contenção, até porque se tal se aplica no capítulo das compras, o mesmo irá ser uma realidade no que toca às vendas, com as 'águias' a irem certamente encontrar nos próximos tempos também dificuldades em fazer sair jogadores pelos valores que ultimamente tinham logrado.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.