O treinador português, Fernando Santos, actual seleccionador da Grécia, trabalhou com Nuno Gomes na época 2006/2007 quando orientava o SL Benfica. Nessa temporada, o avançado português sofreu uma lesão que o impediu de disputar grande parte do campeonato tendo marcado somente 6 golos para a Liga. O técnico português relembra o carisma do capitão encarnado no balneário, e lamenta que Nuno Gomes não tenha rumado ao PAOK há dois anos, onde teria dado imenso jeito ao técnico português.

«Foi pena que na fase final, no campeonato, ele estivesse lesionado e não pudesse dar o contributo à equipa nos últimos jogos mas é, na realidade, além de um grande jogador, um excelente profissional e era muito importante na equipa do Benfica», começou por dizer Fernando Santos ao SAPO Desporto.

«Era um dos jogadores com mais peso no Benfica»

As 12 épocas no SL Benfica conferiram a Nuno Gomes um estatuto de muito peso no balneário da Luz. Fernando Santos relembra as qualidades humanas e futebolísticas de Nuno Gomes que justificavam a sua influência no balneário.

«Tinha uma relação muito forte com o balneário porque era um jogador que mantinha de alguma forma, e marcava, o carisma da equipa do Benfica dos últimos anos. Era um dos jogadores com mais peso no Benfica, portanto era obviamente acarinhado, até pela sua maneira de ser e maneira de estar. Era alguém com quem todos os colegas se davam bem».

Nuno Gomes: Um processo mal conduzido no final?

Nuno Gomes saiu do SL Benfica de forma inglória depois de 12 temporadas e 164 golos ao serviço do Benfica. Sobre a forma como Nuno Gomes saiu do clube, Fernando Santos considera que uma instituição como o Benfica deveria tratar melhor aqueles que «marcaram a sua passagem pelo clube».

«Espera-se sempre de uma instituição como o Benfica, dada sua grandeza, algo diferente em relação aqueles que marcam uma passagem pelo clube e que é o caso do Nuno Gomes. O processo visto de fora não me parece que tenha sido bem conduzido, claramente».

Em Fevereiro do ano passado, o presidente do SL Benfica, Luís Filipe Vieira, impediu que Nuno Gomes saísse do clube para rumar ao Palmeiras de Scolari. Fernando Santos lembra que também tentou levar Nuno Gomes para o PAOK em 2009, mas que infelizmente tal não aconteceu.

«A única pena que tenho em relação ao Nuno é que há dois anos atrás ele não tenha ido para Salónica trabalhar comigo no PAOK, porque tenho a certeza que teria feito uma excelente época no clube, e ter-me-ia ajudado, podíamos ter ido um pouco mais longe do que aquilo que fomos. Portanto é sinal que eu acho que o Nuno ainda pode dar bastantes coisas ao futebol. Em relação ao Benfica é algo que não me diz respeito».

Depois do passado, o futuro

Fernando Santos considera que, apesar da idade de Nuno Gomes, o avançado português ainda pode jogar em qualquer equipa de qualidade.

«Os jogadores a partir dos 35/36 têm mais dificuldades, é normal, mas o Nuno Gomes até pelas suas características de jogo ainda pode jogar. O Nuno tem sempre lugar em todas as equipas. Agora, obviamente, acho que o Nuno pode jogar e a muito bom nível. Neste momento não estou com o Nuno não trabalho com ele mas o Nuno que eu conheço, naturalmente, e como acredito que esteja em excelentes condições físicas, pode ainda jogar e ser muito útil a qualquer equipa de qualidade».

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.