Portugal foi o sétimo país europeu que mais dinheiro gastou em transferências de futebolistas desde o início do ano, com destaque para Benfica e FC Porto, que aparecem no top-20 dos clubes que mais despenderam em jogadores.

Os clubes nacionais gastaram 100,3 milhões de euros desde o início de 2010, valor muito distante dos 467,8 milhões gastos pela líder Inglaterra, que deixou Itália (350,2) e Espanha (268,5) a uma distância significativa.

À frente de Portugal, ficaram ainda Alemanha (160,8) e França (156,8), que, no entanto, foram ultrapassadas pela Rússia (211,1), que continua a demonstrar um cada vez maior e mais acentuado poderio financeiro.

A Liga portuguesa, terceira mais gastadora no passado “mercado de Inverno”, acabou por suplantar Turquia, Holanda, Escócia e Grécia.

Para os quase 500 milhões de euros gastos em transferências pelos clubes ingleses, contribuiu bastante o “milionário” Manchester City, emblema que lidera o top-20 dos que mais gastaram durante este periodo, com 162,5 milhões de euros, mais do dobro dos dois gigantes espanhóis, Real Madrid (78) e Barcelona (71,5), segundo e terceiro classificados, respectivamente.

Benfica e FC Porto são as formações lusas que marcam presença na lista dos clubes que mais dinheiro investiram em jogadores, com as “águias” a ficarem mesmo entre os 10 primeiros.

Os 41,2 milhões de euros gastos pelo clube da Luz dão-lhe o nono lugar no “ranking”, à frente de clubes como Chelsea, campeão inglês, Lyon (seu adversário no grupo B da Liga dos Campeões) e Marselha, campeão francês.

Já os “dragões” aparecem no 16.º posto, resultado dos 33,3 milhões dispensados, que lhes permite suplantar Lázio, Atlético de Madrid, AC Milan e Liverpool.

Além de “águias” e “dragões”, contam-se, entre o top-20 de clubes, cinco formações italianas, três espanholas, três inglesas, três russas, duas francesas e duas alemãs.

Curiosamente, ficam de fora desta lista alguns nomes habitualmente presentes e com fortes argumentos financeiros, como são os casos de Manchester United, Arsenal, Inter de Milão, Roma, Bayern Munique (não gastou um único cêntimo), Sevilha ou Valência.

LIGA                            VALOR GASTO (milhões de euros) 

1. Inglaterra                    467,8
2. Itália                           350,2
3. Espanha                      268,5
4. Rússia                         211,1
5. Alemanha                   160,8
6. França                         156,8
7. PORTUGAL              100,3
8. Turquia                         89,5
9. Holanda                        29,8
10. Escócia                        25,1
11. Grécia                         20,6

TOTAL                        1880,5

CLUBE                               VALOR GASTO (milhões de euros)

1. Manchester City (Ing)    162,5
2. Real Madrid (Esp)            78
3. Barcelona (Esp)                71,5
4. Juventus (Ita)                    58
5. Zenit (Rus)                        57,1
6. Rubin Kazan (Rus)           46,7
7. Wolfsburgo (Ale)             43,9
8. Génova (Ita)                     43,1
9. BENFICA                        41,2
10. Schalke 04 (Ale)             39,3
11. Spartak Moscovo (Rus)  38,2
12. Chelsea (Ing)                  38
13. Marselha (Fra)                37,5
14. Fiorentina (Ita)                37
15. Lyon (Fra)                       36
16. FC PORTO                     33,3
17. Lazio (Ita)                       32
18. Atl. Madrid (Esp)           31,6
19. AC Milan (Ita)                29,9
20. Liverpool (Ing)               29,7

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.