Os "leões", com 11,3 milhões de euros, e as "águias", com 8,8, terminaram o período de transferências no segundo e terceiro lugares, respectivamente, das equipas que mais dinheiro dispensaram, sendo apenas ultrapassados pela Fiorentina, que "largou" perto de 12 milhões.

Os dois "grandes" de Lisboa acabaram por superar equipas como Manchester City, Atlético de Madrid e Lyon, na corrida pelo "pódio" dos mais gastadores entre as oito principais ligas do velho continente (Inglaterra, Espanha, Itália, Alemanha, França, Portugal, Escócia e Holanda).

No caso dos sportinguistas, e fazendo uma retrospectiva do que foi a última década, este foi mesmo o ano em que mais dinheiro gastaram na compra de novos jogadores: com os 3,6 milhões gastos na aquisição de Matias Fernandez no início da temporada, a "conta" ascende aos 14,9 e supera os 10,8 de 2001/2002.

Já o Benfica, depois de ter despendido 25,7 milhões no começo da corrente temporada, iguala agora os valores de 2007/2008, naquele que foi o ano em que mais verbas despendeu em jogadores, com um total de 34,5 milhões.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.