O Benfica, bicampeão português de futebol, perdeu no sábado com os franceses do Paris Saint-Germain por 3-2, no primeiro no primeiro encontro dos 'encarnados' na International Champions Cup.

Os lisboetas ainda chegaram ao intervalo em vantagem por 2-1, com tentos de Talisca e de Jonas, contra um de Augustin, mas permitiram que os campeões franceses dessem a volta na segunda etapa, com golos de Lucas, na conversão de uma grande penalidade, e de Digne.

Depois de uma entrada a passo das duas equipas, o Benfica, com uma equipa próxima daquela que terminou a Liga na temporada passada, foi aos poucos assumindo o controlo da partida, demonstrando já algumas boas combinações ofensivas, perante um PSG com muitas ausências.

A equipa ‘encarnada’ começou a surgir mais vezes perto da baliza de Kevin Trapp e foi criando algumas situações perigosas, a principal aos 16 minutos, num lance em que Talisca, ao segundo poste e com a baliza à mercê, atirou contra o guarda-redes contrário.

Os parisienses, entretanto, foram equilibrando a contenda e também começaram a incomodar o último reduto contrário e, depois de vários avisos, chegaram mesmo à vantagem por Augustin, que, servido por Bahebeck, passou facilmente pela defesa do Benfica e rematou fora do alcance de Júlio César, num lance, aos 29 minutos, em que Jardel podia ter feito melhor.

A vantagem francesa durou pouco, já que, aos 34 minutos, um remate de Jonas foi defendido para a frente por Kevin Trapp, tendo Talisca, na recarga, igualado.

O Benfica ganhou ânimo com o empate e, depois de uma ‘bomba’ de Talisca ao poste, aos 40 minutos, chegou mesmo à vantagem aos 42, num lance protagonizado por Gaitan na direita, tendo o argentino dado a bola de ‘bandeja’ para Jonas, que só teve de encostar.

Os efeitos da pré-temporada fizeram-se sentir nas duas equipas na segunda metade, que foi jogada a ritmo lento e com muito poucos motivos de interesse.

Mesmo assim esteve um pouco melhor o PSG, que aproveitou da melhor maneira os erros cometidos pela defesa benfiquista para dar a volta ao marcador.

Aos 63 minutos, os parisienses chegaram à igualdade através de uma grande penalidade convertida por Lucas, após falta de Jardel sobre Nkunku, tendo Digne, aos 79, aproveitado uma escorregadela de Cristante para fazer o 3-2.

Até final, só por uma vez o Benfica esteve perto de igualar, num lance protagonizado por Nelson Oliveira aos 88 minutos, mas o guarda-redes Sirigu, em voo, evitou o ‘chapéu’ do avançado português.

Jogo no BMO Fields, de Toronto.

Benfica – Paris Saint-Germain, 2-3.

Marcadores:

0-1, Augustin, 29 minutos.

1-1, Talisca, 34.

2-1, Jonas, 42.

2-2, Lucas, 63 (grande penalidade).

2-3, Digne, 79.

Equipas:

- Benfica: Júlio César, Sílvio, Luisão, Jardel, Eliseu, Samaris, Pizzi, Gaitán, Talisca, Lima e Jonas.

Jogaram ainda, Paulo Lopes, Carcela, André Almeida, Nelson Oliveira, Marçal, Lisandro Lopez, Ola John, João Teixeira, Cristante e Lindelof.

Treinador: Rui Vitória.

- Paris Saint-Germain: Kevin Trapp, Sabaly, Aurier, Kimpembe, Digne, Rabiot, Maxwell, Nkunku, Lucas Moura, Augustin e Bahebeck.

Jogaram ainda: Sirigu, Ongenda, Matuidi, Gregory van der Wiel, Taufflieb e Demoncy.

Treinador: Laurent Blanc.

Árbitro: Drew Fischer (Canadá).

Ação disciplinar: Cartão amarelo para Kimpembe (23), Sabaly (60) e Lisandro Lopez (89).

Assistência: Cerca de 25.000 espetadores.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.