O Benfica ´chumbou` no teste mais exigente da pré-época até agora. Os "encarnados` perderam com o Sheffield Wednesday de Carlos Carvalhal por 1-0, em jogo realizado no Estádio Hillsborough em Inglaterra. Forestieri marcou o único golo do encontro, naquele que foi também o primeiro golo sofrido pelo Benfica na pré-época. Zivkovic saiu lesionado, Talisca ficou na bancada.

Rui Vitória fez cinco alterações em relação ao onze que venceu o Derby County na Algarve Cup. O Benfica entrou no Estádio Hillsborough a jogar com Paulo Lopes na baliza, defesa formada por Nelson Semedo, Luisão, Jardel e Grimaldo. Salvio, Fejsa, André Horta e Cervi eram os homens do meio no apoio à Rui Fonte e Oscar Benitez. Do outro lado, a turma orientada por Carlos Carvalhal tinha no onze nomes bem conhecidos dos portugueses como Lucas João e Marco Matias, ambos ex-jogadores do Nacional.

Os "encarnados" entraram a dominar o encontro, aproveitando as investidas de Salvio e Cervi nas alas, e a dinâmica de André Horta no meio. Grimaldo e Nélson Semedo também davam dinâmica ao ataque pelo corredor. A primeira grande oportunidade surgiu aos 10 minutos mas o reforço Benitez deu mal na bola e falhou o alvo.

O Sheffield foi crescendo no jogo e passou a incomodar o Benfica. Os ´encarnados` tentavam jogar com a defesa subida mas não conseguiam controlar a profundidade, já que Luisão e Jardel não são jogadores rápidos. Depois de Paulo Lopes negar o golo à equipa de Carvalhal aos 20 minutos, num remate de Forestieri, o italo-argentino não perdoou aos 22. Após boa combinação na direita, a bola chegou a Forestieri que tirou Luisão do caminho com uma excelente finta e rematou forte e colocado para o 1-0. Era o primeiro golo sofrido pelo Benfica na pré-época, depois dos dois jogos na Algarve Cup com o V. Setúbal e Derby County.

Cinco minutos depois, Luisão voltava a evidenciar dificuldades quando teve de recorrer a falta para travar o italo-argentino, numa perda de bola pouco usual no capitão. O árbitro foi ´brando` e apenas mostrou amarelo. Nos últimos minutos Cervi e Rui Fonte tentaram o empate mas sem sucesso.

Logo no início do segundo tempo, Rui Vitória fez entrar André Almeida, Celis, Pizzi, Gonçalo Guedes, Carrillo e Mitroglou, para os lugares de Nélson Semedo, André Horta, Cervi, Salvio, Rui Fonte e Oscar Benitez. As mexidas não trouxeram nada de novo nem as entradas de Lisandro Lopez, Zivkovic, Carceçla e Samaris no decorrer do segundo tempo mudaram o rumo dos acontecimentos.

Já o Sheffield Wednesday deixou de ter tanto espaço nas costas da defesa benfiquista para explorar, pelo que apenas com remates de longe tentava incomodar Paulo Lopes. Na parte final o Benfica tentou o empate de todas as formas, nas decidiu quase sempre mal no último terço. Destaque ainda para dois momentos aos 76 minutos. Palmer esteve quase a fazer autogolo com um corte arriscado e Jardel teve na cabeça o empate após centro de André Almeida mas não acertou no alvo.

Rui Vitória ainda está a formar a melhor equipa, numa altura em que, mais que os resultados, o importante é a assimilação de processos e o entrosamento entre os jogadores. Nos próximos jogos, já com o regresso dos jogadores que estiveram no Euro, o Benfica deverá apresentar melhorias e um onze mais perto daquilo que deseja Rui Vitória.

Os ´encarnados` voltam a jogar no dia 24 frente ao Wolfsburgo na Áustria.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.