O Benfica vai avançar com uma queixa contra o internacional argelino do FC Porto Yacine Brahimi e exigir a abertura de um processo sumaríssimo pelo facto do número 8 dos 'dragões' ter apertado o pescoço a Niltinho já perto do final do jogo com o Desportivo de Chaves.

Segundo escreve o jornal Correio da Manhã desta segunda-feira, os 'encarnados' mostraram-se atentos à arbitragem do jogo da primeira jornada entre FC Porto e Desportivo de Chaves e apontaram dois lances que consideram terem sido mal ajuizados protagonizados por Maxi Pereira e Brahimi.

"Regras e castigos únicos na liga Blue Velvet [azul de veludo]. Porque não é Maxi expulso?", questionou o Benfica nas redes sociais com uma foto de uma entrada dura do internacional uruguaio sobre Luís Martins.

No entanto, o lance em questão de Maxi Pereira não poderá levar à abertura de um processo sumaríssimo uma vez que o árbitro do jogo assinalou a falta e entendeu que não deveria mostrar cartão amarelo.

Já em relação ao lance de Brahimi, o Benfica recorda o castigo de três jogos a Samaris por ter apertado o pescoço a um adversário.

"Brahimi volta a apertar o pescoço a um adversário...Samaris foi castigado com três jogos, e Brahimi? Ou nasce com Brahimi a nova imagem de marca das nossas competições?", escreveu o Benfica nas redes sociais.

O mesmo jornal avança ainda que o Benfica já está a estudar os lances do jogo entre FC Porto e Desportivo de Chaves de forma a apresentar uma queixa contra Brahimi e exigir a abertura de um processo sumaríssimo para castigar o jogador pelo ato.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.