O golo bracarense apareceu ao minuto 10, na sequência de um pontapé de canto marcado por Luís Aguiar, Moisés apareceu no coração da área e cabeceou para o fundo das redes. O guardião pacense Coelho podia ter feito melhor.

Depois do golo sofrido, o Paços de Ferreira sentiu que não podia defraudar os adeptos em casa e tornou-se mais atrevido. Até ao golo do central bracarense, assistiu-se a um jogo muito disputado no meio-campo.

Ao minuto 14, os homens da casa podiam ter feito o empate mas Felipe mostrou-se atento. Baiano, pela direita, cruzou atrasado para a entrada da grande área, onde surgiu Olímpio a rematar forte para a boa defesa do guarda-redes do Braga.

Nota ainda para a lesão de Rodríguez, que teve de ser substituído por Paulão.

A defesa bracarense voltou a mostrar fragilidades (recorde-se que nos dois últimos jogos sofreu nove golos) e o Paços fez o que quis à entrada da área, mas os pacenses também não mostraram eficácia na finalização.

Uma primeira parte pobre, sem grandes momentos de futebol.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.