Depois de uma primeira parte mais intricada, o Braga abriu o marcador aos 54 minutos de jogo na sequência de um erro do guarda redes do Paços de Ferreira bem aproveitado por Meyong.

Antes, a equipa de Domingos Paciência viu um golo ser anulado devido ao fora de jogo de Rodriguez.

De seguida, o Paços esteve muito perto de conseguir o empate depois de um cabeceamento de Moisés que passou a um palmo do poste. Bruno di Paula também tentou a sua sorte com um remate forte, defendido por Eduardo.

O golo de Meyong deu outro fôlego aos minhotos que partiram mais vezes para o ataque. Este espírito foi comprovado no cabeceamento perigoso de Matheus na sequência de um cruzamento de Paulo César. A bola parou, no entanto, nas mãos de Coelho quando o relógio contava 72 minutos de jogo.  

O Sporting Braga só marcou um golo mas os adeptos da equipa vibraram, e muito, com os três golos marcados pelo FC Porto que defrontava o Benfica no Dragão.

O Paços de Ferreira manteve um ritmo de jogo dinâmico mas não conseguiu evitar a vitória do Sporting Braga que pode, face à derrota do Benfica no Dragão, continuar a sonhar com o Título de Campeão Nacional, a ser decido na última jornada.

A quase certa participação na Liga dos Campeões foi também motivo de festa para jogadores e adeptos no fim do jogo.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.