Bruno de Carvalho continua em campanha para a presidência do Sporting, apesar da sua candidatura não ter sido aceite por Jaime Marta Soares e o seu mandatário ter renunciado ao cargo.

Numa sessão de esclarecimento aos sócios na Covilhã, o ex-presidente leonino voltou a garantir que vai participar no ato eleitoral do próximo dia 8 de setembro.

"Acredito que o tribunal vai dar-me razão! Estão ilegais! Todos estão ilegais por isso acredito que vou concorrer",
garantiu, em declarações reproduzidas pelo jornal 'Record'.

" Os prazos das providências cautelares podem vir a influenciar a data das eleições", acrescentou.

Bruno de Carvalho desvalorizou ainda a renúncia de Pedro Proença do cargo de mandatário da sua candidatura: "Continua a apoiar a minha candidatura, mas nesta fase é mais importante defender os interesses do Sporting e da minha candidatura na televisão."

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.