O internacional costa-riquenho Bryan Ruiz falou sobre a sua passagem pelo Sporting e admitiu que poderia ter continuado no emblema de Alvalade.

Em entrevista ao jornal 'A Tribuna', o jogador da Costa Rica ao serviço do Santos relatou a sua saída de Alvalade e o ingresso no emblema brasileiro.

"Já estava em final de contrato, mas se o Sporting tivesse tentado a minha permanência, eu teria analisado", começou por dizer Bryan Ruiz ao referido jornal para depois garantir que os ataques à Academia de Alcochete não foram determinantes para a sua saída.

"[O ataque à Academia do Sporting] Não foi determinante [para a minha saída]. Tive [medo] porque entrou muita gente com os rostos cobertos, pessoas agressivas. Não sabíamos o que poderia acontecer", recordou Bryan Ruiz.

"Não tenho recebido nenhuma pressão [dos adeptos do Santos]. Na verdade, tenho recebido um tratamento muito bom e espero retribuir fazendo golos, dando assistências e muitas alegrias ao clube. No Sporting foi difícil para nós, jogadores, tudo aquilo, mas isso já está no passado e só olho para o futuro", sentenciou Bryan Ruiz.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.