O internacional costa-riquenho Bryan Ruiz fez algumas revelações sobre a sua passagem pelo Sporting numa altura em que está a um mês de terminar contrato com o clube de Alvalade.

Em entrevista ao jornal belga 'Sport Voetball', o médio de 32 anos falou sobre o período em que foi afastado do plantel principal e das dificuldades que sentiu quando tentou resolver a sua situação no Sporting.

"Depois de uma temporada em que as coisas não correram como o esperado para o clube, compreendi rapidamente que eu ia ser uma das vítimas e não voltava a jogar na temporada seguinte. Quando regressei da Gold Cup, ninguém falou comigo e fui colocado de parte sem nenhuma explicação", começou por dizer Bryan Ruiz.

"Recebi várias ofertas, e apareceu uma que me conseguiu convencer: o Standard [de Liège]. O clube fez de tudo o que podia para satisfazer os meus desejos, mas não conseguiu convencer o Sporting que me continuava a mandar propostas da Turquia e da Arábia Saudita, mas não ia levar para lá a minha mulher. Senti-me completamente preso em Lisboa", assumiu Bryan Ruiz.

Apesar de não jogar pelo Sporting, Bryan Ruiz continuou a ser chamado para a seleção da Costa Rica onde ainda é o capitão e ajudou mesmo a equipa a qualificar-se para o Mundial 2018.

"Fiz dois jogos com a Costa Rica que me correram muito bem. E quando voltei a Lisboa, tinha uma mensagem de Bruno de Carvalho. Assumiu o erro e disseram que queriam contar comigo. Depois foi só falar com o Jorge Jesus para ser reintegrado e acabei a temporada como titular", sentenciou Bryan Ruiz que está a um mês de terminar o contrato de três anos com o Sporting depois de 121 jogos e 18 golos.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.