Nuno Sousa, candidato da Lista C às eleições do Sporting, recorreu ao início da manhã às redes sociais para apontar aquilo que apelida de "más práticas" nas eleições para os órgãos sociais do clube verde e branco, às quais concorre contra Frederico Varandas e Ricardo Oliveira.

"1) Sistema de votação eletrónico de 2009 2) Diretor de IT com a cesso direto à BD 3) pass de 6 digitos 3) 4500 votos por correspondência com 1500 já invalidados sem que saibamos a razão. Começamos bem...", lamentou Nuno Sousa na sua conta oficial no Twitter.

O candidato acrescentou também a entidade que desenvolveu o software, apontando que esta é a mesma que se encontra a auditar as eleições: "A entidade que desenvolveu o software é a mesma que está a auditar", questionou.

Já depois de exercer o seu direito de voto, o candidato lamentou que haja muitos sócios ‘leoninos’ impedidos de votar por não terem recebido o boletim de voto por correspondência de forma atempada.

“É pena que muitos sócios por correspondência não tenham recebido o seu boletim de voto e é uma coisa que não pode acontecer, este tipo de supressão de voto que impede os sócios de votar. Estamos a deixar fora deste ato eleitoral 15 ou 20 mil sportinguistas, o que é uma pena”, lamentou o candidato.

Confiante numa vitória, o candidato realçou o mérito da sua campanha e deixou críticas a Frederico Varandas, candidato da lista A e atual presidente dos ‘leões’.

“Estamos cheios de energia, muito contentes por estar aqui e muito orgulhosos pelo tipo de campanha que fizemos. Quanto ao resultado, espero a vitória, obviamente. Ninguém se apresenta para perder. Estou sempre confiante e já foi alcançada uma grande vitória, ao ter contactado com os sportinguistas, com debates, entrevistas e transparência, que houve um candidato que não quis, talvez por hoje estar sentado na cadeira do poder”, acusou o candidato da lista C.

Sobre a recompra dos Valores Mobiliários Obrigatoriamente Convertíveis (VMOC) detidos pelo banco Millenium BCP, garantindo a maioria do capital social da SAD e anunciada pela atual direção no último dia de campanha, Nuno Sousa evidenciou as contradições no percurso delineado por Frederico Varandas.

“A ser verdade, fico muito feliz, pois era uma das nossas grandes questões para este mandato e Frederico Varandas acabou por nos dar razão ao assumir que era uma das promessas eleitorais”, terminou o candidato.

Os sócios do Sporting escolhem hoje o presidente do Sporting, numa eleição a que concorrem o atual líder, Frederico Varandas, à procura do segundo mandato, Nuno Sousa e Ricardo Oliveira.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.