"Queremos chamar o máximo de sócios para a apresentação e para o jogo. Vai ser um dia bonito e com surpresas. Quantas mais pessoas nos apoiarem, mais força e motivação nos trazem", afirmou o capitão Pedro Costa, desejando que a média da época passada (três a quatro mil espectadores por jogo) suba já esta época.

Orlando, outro dos capitães, disse que "o futebol não é um desporto barato", mas que as direcções dos clubes já começaram a pensar nos seus associados, baixando o preço dos bilhetes.

Já sobre as transmissões televisivas, considerou que as mesmas têm influência no número de espectadores no recinto desportivo, mas salientou algumas excepções, como o Vitória de Guimarães, que arrasta 15 a 20 mil espectadores por jogo, independentemente desse factor.

O brasileiro Luiz Nunes, o terceiro capitão, reforçou que o apoio das pessoas no estádio é "uma questão de mentalidade", independentemente das suas dificuldades, dando o exemplo de outros campeonatos por onde passou, o uruguaio, em que as pessoas compareciam porque tinham vontade em apoiar as suas equipas.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.