Carlos Pereira, presidente do Marítimo, destacou hoje as competências de Pedro Proença na arbitragem e como gestor para apoiar a candidatura do ex-árbitro à presidência da Liga de clubes.

O dirigente referiu que "Pedro Proença tem um conhecimento profundo de todos os dossiês que a Liga de clubes tem para gerir", salientando também que "tem relacionamentos internacionais que o colocam como interlocutor direto das instâncias que comandam o futebol na Europa e no mundo".

"Mas talvez o mais importante para este desafio a que Pedro Proença se candidata seja o ‘know how' e a experiência que ele adquiriu como gestor em empresas privadas. É isso que lhe dá a capacidade negocial que é imprescindível para atrair novos parceiros e investidores para o futebol português. É isso que irá garantir à Liga um novo relacionamento com o mundo empresarial e permitir retornos importantes na ‘sponsorização'", disse.

Carlos Pereira defendeu que é uma mais-valia "a Liga de clubes ter à sua frente alguém que, sendo um gestor, possa tratar das questões da arbitragem, falando a mesma linguagem que a Comissão de Arbitragem".

"Isso permitirá discutir melhorias na arbitragem em nome de todos os clubes, propor alterações com vista às melhores práticas e diminuir custos. Ora, seria incoerente da minha parte vir agora defender o contrário quando há alguém com esse perfil e, além disso, com pergaminhos na matéria", referiu ainda.

Além de Carlos Pereira, também Tiago Ribeiro, presidente do Estoril, e Filipe Silva, presidente do União da Madeira, manifestaram apoio à candidatura de Pedro Proença à presidência da Liga de clubes, assim como os líderes do Sporting e do FC Porto.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.