O Rio Ave ascendeu, esta segunda-feira, ao sexto lugar da I Liga portuguesa de futebol, ao vencer o Gil Vicente, por 1-0, no jogo que encerrou a 13.ª jornada. A equipa de Carlos Carvalhal foi melhor mas apanhou um susto a terminar.

No final do encontro, o treinador dos vilacondenses garantiu que o resultado foi justo.

"Conseguimos uma vitória justíssima. Aos dez minutos já tínhamos duas oportunidades. O Gil Vicente é um adversário muito difícil de ser contrariado, junta-se muito bem defensivamente e sai muito bem no contra-ataque", começou por dizer.

Carlos Carvalhal salientou ainda que "na segunda parte manteve-se a toada até ao golo. Depois o Gil reagiu e nós tivemos a nossa reação, juntando as linhas. Temos uma situação do golo anulado ao Bruno Moreira. Depois temos o Mané isolado, penso que esse lance deveria ser analisado".

"O Gil Vicente teve posse de bola, fez vários cruzamentos, mas resolvemos quase tudo. Além do golo, fizemos outro e tivemos mais oportunidades. Fizemos um jogo seguro", acrescentou, referindo ainda que não considera que "que o resultado tenha sido melhor que a exibição. Raramente o Gil Vicente perde por mais de um golo. É uma equipa muito difícil de bater, muito compacta, sólida a quem é difícil criar oportunidades de golo."

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.