A rubrica 'FC Porto em casa' contou esta quinta-feira com a presença de Castro, Kelvin e Lucho González, que recordaram o título de 2012/13, conquistado com um triuno sobre o Benfica graças a um golo do brasileiro no minuto 90+2' do encontro.

Castro, que ficou no banco nesse encontro, confessou que já estava a prestes a descer para o túnel quando o momento do golo surgiu. "Eu já estava a ver o túnel. Claro que acreditava que era possível marcar, mas estava a pensar: não quero acreditar que vamos perder o campeonato para estes gajos em casa. Perder um campeonato em casa contra o Benfica era a pior coisa do mundo, mas acabou por ser a melhor coisa do mundo", recordou o médio luso.

Já Lucho salientou que o golo de Kelvin foi um dos momentos que mais satisfação lhe seu na carreira. "Esse golo foi, para mim, um dos que mais gostei de ver na carreira. Não só por tudo o que representou, por ser contra o nosso maior rival e pela importância que tinha. Eles achavam que o jogo ia acabar assim e nós, de fora, sofremos muito mais porque não ajudamos. A emoção, os adeptos, o Jesus ajoelhado. São muitas sensações juntas num momento só", explicou o argentino.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.