O Chelsea foi a Sunderland vencer por 1-0, em jogo da 16.ª jornada da liga inglesa de futebol, e reforçou a liderança, agora com seis pontos de avanço sobre o duo Liverpool e Arsenal.

O golo que decidiu a partida foi marcado pelo internacional espanhol Cesc Fàbregas, com um remate colocado e rasteiro ao canto inferior da baliza do Sunderland, depois de o brasileiro Willian lhe ter devolvido o passe para a entrada da área.

Esta vitória tangencial foi suficiente para o Chelsea reforçar a liderança, aproveitando o deslize do Arsenal na terça-feira, em Liverpool, frente ao Everton, que venceu por 2-1. Os 'blues' contam agora 40 pontos, mais seis do que o Liverpool e do que os ‘gunners’, segundo e terceiro classificados.

A equipa da cidade dos ‘beattles’ cumpriu a obrigação, ao impor-se com um concludente 3-0 na visita a Middlesbrough, o que lhe permitiu subir ao segundo lugar, por troca com o Arsenal, ambos com 34 pontos.

Quem quebrou um ciclo de maus resultados foi o Manchester City, que vinha de três jogos sem vencer – derrota com o Chelsea por 3-1 e empate com o Celtic por 1-1, ambos em casa, e derrota fora com o Leicester por 4-2 – e que retomou hoje o trilho das vitórias na receção ao Watford, batido por dois golos sem resposta.

A equipa de Pep Guardiola soma agora 33 pontos, em quarto lugar, com menos um do que Liverpool e Arsenal, e menos sete do que o líder Chelsea.

Entretanto, o Manchester United conseguiu dar continuidade à vitória da jornada anterior, no domingo, na receção ao Tottenham, mas foi ´arrancada a ferros´, a dois minutos do fim, na sequência de um passe magnífico de Paul Pogba para a desmarcação de Zlatan Ibrahimovic, o qual, de ângulo apertado, conseguiu rematar para o poste mais distante, fora do alcance do guarda-redes Hennessey.

O Manchester United marcou mesmo à beira do intervalo, por Pogba, mas o Crystal Palace conseguiu restabelecer o empate aos 66 minutos, pelo médio escocês James Mc Arthur, obrigando a equipa de José Mourinho a um ‘forcing’ final para chegar à vitória.

No entanto, os ‘red devils’ saem com razões de queixa do árbitro Craig Pawson, que deixou passar sem sanção, já com o resultado em 1-1, um braço na bola descarado de um defesa do Crystal Palace na grande área, a evitar que a bola chegasse a um jogador do Manchester United, e de um dos seus assistentes, que poucos minutos depois anulou um golo ao internacional espanhol, que estava em linha com a defesa adversária no momento do remate.

Com este triunfo, a equipa de José Mourinho mantém o sexto lugar, com 27 pontos, menos três do que o Tottenham, que é quinto, e que hoje recebeu e venceu o Hull City por 3-0.

Nos outros jogos de hoje da 16.ª jornada, o West Ham venceu por 1-0 na receção ao Burnley, o Stoke City e o Southampton não foram além de um nulo em casa do primeiro, enquanto o West Bromwich se impôs por 3-1 ao receber o Swansea.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.