O Desportivo das Aves perdeu na receção ao Tondela, em jogo antecipado da 9.ª jornada da Primeira Liga.

A resposta dada pelos Aves frente ao Sporting levou Augusto Inácio a repetir o onze, já Natxo mudou duas peças em relação ao último encontro, fazendo entrar Xavier e Denilson no onze. O Aves, último colocado, tinha uma boa oportunidade para pontuar frente um dos rivais na luta pela permanência. A equipa do Tondela tem andado longe dos lugares de aflição e chegou a Vila das Aves com nove pontos e sem derrotas fora de casa.

Num primeiro tempo com pouca história, destaque para um lance aos 16 minutos em que Moufi quase comprometeu: atraso para Cláudio Ramos, Welinton quase que se antecipava.

Aos 51 o Tondela podia ter marcado, não fosse uma perdida incrível de Denilson. Centro de João Pedro e o brasileiro a rematar ao lado, quando tinha tudo para marcar.

No outro lado brilhou Cláudio Ramos a negar o golo ao Aves, após remate de Welinton, aos 75.

Aos 78 minutos o azar bateu a porta de Cláudio Falcão e Beunardeau que, ao tentar cortar um remate de Richard, enganou Beunardeau e desviou a bola para a própria baliza. O último toque é do guarda-redes francês, que assim fica com a autoria do golo.

A vitória permite ao Tondela subir ao quinto lugar provisório do campeonato, com 12 pontos, em igualdade com o Vitória de Guimarães, que tem menos um jogo realizado.

Enquanto o Tondela continua sem perder fora de casa, o Desportivo das Aves já não vence na prova desde agosto, permanecendo no 18.º e último lugar, com três pontos, com a pior defesa da competição (20 golos sofridos).

Veja o resumo do jogo

*Artigo atualizado. Autogolo e de Beunardeau e não de Falcão.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.