“Os clubes em questão conhecem os números exigidos e agora estamos à espera que nos formalizem as propostas por escrito”, adiantou a fonte, assegurando que o clube não vai recuar na verba solicitada aos dois clubes, preferindo antes mantê-los no plantel, do que “entrar em leilão”.

O "namoro" do Rennes no extremo angolano Djalma tem-se vindo a acentuar e foram já vários os encontros entre os representantes dos dois emblemas, mas todos eles inconclusivos.

Já o negócio do senegalês Baba com os sevilhanos parece ter resfriado um pouco, visto que o clube espanhol já há algum tempo que não se pronuncia sobre o avançado, o que poderá significar desinteresse.

“Não vamos conversar mais, apenas esperar que os negócios avancem ou não”, afirmou a fonte, revelando que a situação não deverá durar muito mais tempo, porque o Marítimo precisa definir o plantel, tendo em conta a proximidade da segunda pré-eliminatória da Liga Europa que a equipa vai disputar a partir do mês de Julho.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.