Cardozo foi agredido e, ainda no intervalo, viu o cartão vermelho e já não reentrou no jogo. Tal como o arsenalista André Leone. O paraguaio foi agredido por, alegadamente, um funcionário da empresa de segurança que prestava serviço no jogo. O indivíduo não foi identificado e terá abandonado o estádio logo após os incidentes.

Por isso, o Benfica vai apresentar queixa ao Ministério, não só pela agressão ao melhor marcador da Liga, como também a Ramires.

Assim que Jorge Sousa apitou para intervalo, gerou-se a confusão à entrada para o túnel de acesso aos balneários, com agressões entre jogadores do Braga e do Benfica.Cardozo foi agredido por Ney Santos, mas quando se virou apenas viu Leone. Já na manga, o paraguaio pediu satisfações ao jogador do Braga e começaram ai as agressões mútuas, que ditaram a expulsão de ambos os futebolistas.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.