O médio do Sporting Stijn Schaars disse à imprensa holandesa que não lhe agradavam os método de trabalho de Sá Pinto e que esse poderá ter sido um dos motivos para a saída do técnico.

«Não tenho nada contra Sá Pinto mas com ele era tudo pouco intenso. A preparação física não foi suficientemente intensiva e isso é importante para se jogar futebol atrativo», criticou Schaars.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.