Sérgio Conceição deu uma entrevista ao Canal este sábado, onde falou de tudo. Sobre o campeonato da época passada, ganho pelo Benfica mas onde o FC Porto chegou a ter sete pontos de vantagem, o treinador dos azuis-e-brancos atribui culpas à si e a sua equipas mas garante que houve muitos erros de arbitragem pelo meio que não ajudaram.

Liga perdida em casa no jogo com o Benfica? "Olham muito para Benfica, mas podem olhar para o empate em Alvalade, com uma decisão aos 44', na qual o Bruno Fernandes devia ser expulso. O que tornaria, teoricamente, mais fácil de ganhar. Com o V. Guimarães mandámos três bolas aos ferros e há um golo, que acho limpo, do Pepe. Há a seguir o jogo em Moreira de Cónegos com uma ou outra decisão que não foram as melhores.

Demérito do FC Porto e mérito de Lage: "Demérito nosso? Houve, a começar por mim; Mérito do adversário? Houve, a começar pelo Lage; mas há depois uma grande fatia decidida por lances com erros dos árbitros e do VAR. Lembro-me do Feirense, de Vila do Conde, de Braga, muitos jogos no ultimo terço onde o adversário ganhava 1-0 e viam-se com decisões mal validadas do árbitro ou do VAR. E não vi ninguém a justificar o que quer que fosse, como vi este ano o Vasco Santos [Portimonense-FC Porto]."

Hegemonia do Benfica: "Fala-se muito nessa hegemonia, mas de que eu comecei, até agora, o FC Porto tem 208 pontos e o Benfica tem 207. Não é tudo o que dizem. Além disso, nós conseguimos ser extremamente competitivos em tudo o que estivemos inseridos. Óbvio que nem tudo foi perfeito, mas lutamos contra um rival extremamente forte".

Perda de identidade: "É preciso contextualizar. São três anos depois de quatro em que o FC Porto perdeu um pouco a sua identidade. Em determinado momento desta época sentiu-se uma insatisfação dos adeptos - agora nem sabemos se são, com isto das redes sociais -, mas é importante perceberem o que é o FC Porto de há dois anos e a esta parte. Nos quatro anos anteriores perdeu-se um pouco a identidade, os próprios adeptos, a cidade, a região que se revê no FC Porto. Fomos extremamente competitivos em todas as competições, os dois campeonatos que fizemos foram recorde de pontos desde que as vitórias valem três pontos, as vendas para o equilíbrio das contas. Houve muita coisa nestes dois anos - nem tudo foi perfeito -, mas sabemos que lutamos e contra um rival extremamente forte em tudo o que envolve o futebol. Não posso esquecer como perdemos o campeonato passado..."

Erros a favor:  "Com o Santa Clara [Taça de Portugal desta época], possivelmente, é falta do Corona sobe o lateral. Mas também vi um artigo de opinião de um vice-diretor quase dez dias depois desse lance. No ano passado não vi isso."

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.